Bananal

O que fazer em Bananal?

Fundada em 1793, Bananal é um belo recanto histórico no interior paulista – mais precisamente no Vale Histórico. A bela preservação do entorno, das fazendas e a natureza que circundam a cidade tornam o passeio pela paragem extremamente inspirador.

Por isso, confira o que fazer em Bananal, que é destino obrigatório para os amantes da História.

O que fazer em Bananal?

O Centro Histórico

A região central da cidade guarda características resultantes das misturas da arquitetura do final do Império e do início da República, mantendo-se fiel nas peculiaridades arquitetônicas até os dias atuais.

Boa parte dos prédios é constituída em taipa e pau-a-pique, além das janelas feitas em madeira, mantendo juntas um considerável conjunto arquitetônico.

Sobrado Vallin

Um dos prédios que se destaca no Centro Histórico de Bananal é o Sobrado Vallin, que recebeu inclusive tombamento específico pelo Condephaat, devido a seu significado histórico.

“A planta, definida por um grande retângulo, ocupa praticamente toda a testada de uma das quadras voltada para a Praça Rubião Júnior. As paredes externas são em adobe e taipa de pilão, assentadas sobre embasamento de pedra, e, as internas, em adobe  e parede francesa, no pavimento superior. No interior do edifício destacam-se os oito painéis pintados pelo relevante artista José Maria Villaronga.”

Extraído do site do Condephaat.

A Estação de Trem

A Estação é considerada um marco da arquitetura Belga – porque foi importada deste país e montada em 1988 – com a finalidade de transportar café.

A estação é inteiramente metálica, com chapas almofadadas duplas e assoalho de pinho de riga.

O transporte e a construção de uma obra arquitetônica tão robusta e sofistada, do outro lado do Atlântico para  Bananal – em pleno final do Império – foi possível graças aos recursos dos mais altos membros da aristocracia cafeeira, do Brasil, que moravam na região.

Com a queda da economia cafeeira, a estação foi custeada por algum tempo por fazendeiros locais para o transporte de leite.

Mas não foi possível manter o patrimônio funcionando por muito tempo, sendo entregue em 1920 para União e desativada em 1963 por Jânio Quadros.

Mas a estação foi declarada de utilidade pública, pela Prefeitura de Bananal, que iniciou o projeto de restauração completa em 1983.

Hoje, o prédio abriga a rodoviária local.

Tereza Cristina

E ao lado do prédio, encontra-se uma locomotiva Baldwin 302, conhecida pelos habitantes locais como “Tereza Cristina”, que fazia a linha Bananal-Barra Mansa até a década de 60.

As Igrejas

Se você ainda procura o que fazer em Bananal,saiba que, como se trata de em um ponto turístico histórico, não faltam belas igrejas na paragem. Confira as informações das obras que são belas e bem características da região.

Bom Jesus do Livramento

bom jesus do livramento igreja o que fazer em bananal
Igreja Bom Jesus do Livramento, em Bananal.

Fotógrafo: Halley Pacheco de Oliveira • CC-BY-SA-3.0

Esta igreja é um verdadeiro orgulho para os moradores da cidade. Localiza-se na praça central, da cidade, e sua construção foi finalizada em 1811, em estilo colonial. Dentro, encontram-se os Doze Apóstolos em madeira na capela do Santíssimo.

Nossa Senhora da Glória e Boa Morte e Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Ambas têm importância histórica e paisagística e datam de períodos similares da Bom Jesus do Livramento. Elas também são fáceis de encontrar, porque ficam na região central do município. E valem a visitação!

Agora você já sabe o que fazer em Bananal

Então, não deixe de visitar essa maravilha histórica do Vale do Paraíba. Afinal, belezas não faltam na cidade e nesse conteúdo fiz um recorte exclusivo dos patrimônios históricos que são encontrados exclusivamente no entorno histórico.

Na área rural é possível encontrar fazendas importantíssimas da época do ciclo do café e trilhas incríveis.

Logo, agora que você já sabe o que fazer em Bananal, está esperando o quê para fazer sua mochila, ou mala, e partir para conhecê-la?

Até a próxima viagem!

Leia Aqui