Cruzeiro

Cruzeiro: turismo para todos os gostos no Vale do Paraíba

Cidade de Cruzeiro, no Vale do Paraíba é desses lugares que escondem pontos turísticos incríveis e pouco explorados e que valem uma visita! Além de seu turismo histórico que conta com belas construções do século XVIII e do turismo religioso que atrai muitos fiéis em suas igrejas, a cidade também apresenta um turismo ecológico de primeira, agraciado com a beleza natural da Serra da Mantiqueira. Tem atrações para todos os gostos!

Mas antes de falarmos mais sobre esses os destaques do turismo em Cruzeiro, vamos conhecer um pouquinho da história da cidade que a faz tão especial!

E assim nasceu Cruzeiro…

Túnel na Garganta do Embaú
Túnel na Garganta do Embaú

Imagem: Glauco Umbelino • Licença – CC 2.0

Ali, as beiras da estrada de ferro que ligava os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Uma ferrovia que em outros tempos foi muito importante para o escoamento do café em sua época áurea. E esse mesmo café foi responsável pelo crescimento e desenvolvimento do então povoado, que logo se transformou em município autônomo.

Cruzeiro também foi palco de outro grande momento histórico brasileiro: a Revolução Constitucionalista de 1932. Muitas batalhas em cenários de guerra aconteceram por ali, e até hoje é possível encontrar na cidade marcas desse período histórico que fez com que a cidade ficasse conhecida com capital da Revolução de 1932.

Herdeira desses grandes acontecimentos, Cruzeiro preserva importantes espaços que guardam partes da memória do nosso país!

Seu turismo histórico-cultural

  • Túnel da Mantiqueira: o túnel foi construído para ligar São Paulo a Minas Gerais por ordens de Dom Pedro. Sua viagem inaugural foi feita em 1884 com a presença de Dom Pedro II. Durante a Revolução de 1932, o túnel foi usado como ponto estratégico na batalha. Ao seu final foi colocado uma locomotiva para impedir o avanço das tropas inimigas. 
  • Estação Ferroviária Central: Foi ao redor dessa estação que a cidade foi erguida. Inaugurada em 1885, é um dos prédios mais antigos de Cruzeiro. 
  • Museu Major Novaes: o museu é um casarão colonial que serviu de sede para a Fazenda Boa Vista. Hoje, o espaço abriga o maior acervo museológico do Vale do Paraíba. Nesse acervo podemos ver móveis coloniais, peças provenientes da Itália e documentos históricos como cartas trocadas entre o Major Novaes e a Família Imperial. 
  • Capitólio Teatro Central: É um dos mais bonitos e importantes espaços culturais da região. Sua arquitetura é inspirada no teatro Alla Scala de Milão, sendo sede para os espetáculos culturais da cidade. 

O turismo religioso em Cruzeiro

  • Igreja Matriz Imaculada Conceição: construída em estilo neocolonial, a igreja foi inaugurada em 1935. O templo é o segundo maior do Vale do Paraíba, ficando atrás apenas da Basílica de Aparecida. 
  • Igreja de Santa Cecília: a primeira igreja católica construída na cidade. Inaugurada em 1895, a igreja possui arquitetura neogótica. 

Conheça o turismo ecológico

  • Bosque Municipal: uma área de 5 alqueires de mata nativa em pleno centro da cidade. O parque possui área de lazer para as crianças, lago com pedalinhos e praça de alimentação para os visitantes. 
  • Cachoeira das Três Quedas: a cachoeira leva esse nome não é a atoa. Formada por três quedas d’água de mais de 10 metros de altura, a cachoeira fica na Serra da Mantiqueira, ao lado da linha férrea. Um passeio ótimo para quem gosta de fazer trilhas. 
  • Garganta do Embaú: na divisa com Passa Quatro, em MG, a garganta do Embaú fica na Serra da Mantiqueira a uma altitude de mais de 1185 metros. A Garganta atrai muitos amantes do ecoturismo para práticas de montanhismo e trekking. 

Viu só? Cruzeiro possui muitos encantos e lugares que garantem uma experiência única para os visitantes, e olha que nem listei todos!

Leia Aqui