foto de ponte em queluz
cidades históricas

Bananal e Queluz: Conheça o circuito histórico do Vale do Paraíba!

Agora que já desbravamos as belezas de Arapeí e Areias, cidades do Circuito Histórico do Vale do Paraíba, vamos fazer uma viagem para mais duas cidades do circuito: Bananal e Queluz e conhecer seus encantos!

Bananal

De uma capelinha erguida em 1783 nasceu Bananal. Porém o povoado só se consolidou como município em 1832. Durante o ciclo do café, Bananal se tornou a maior produtora brasileira do chamado “ouro negro”. Cinquenta por cento da produção nacional de café na época era produzido na região.

Nessa época, Bananal foi ocupada por fazendas com belíssimas casas grandes, decoradas por móveis franceses, pratarias, mármores e lustres de cristal trazidos da Europa, ostentando toda a riqueza produzida na região. A produção do café ali foi tão prospera, que Bananal chegou a cunhar sua própria moeda.

Com toda a riqueza que se acumulou na região, o centro da cidade se encheu de lindos casarões coloniais. Os prédios conservam a moda da época, como o branco nas paredes e as cores fortes nas portas e janelas. Em suas fachadas há um curioso adorno em forma de abacaxi que simbolizava prosperidade. Dessa época, Bananal herdou muitas riquezas históricas que chamam a atenção de seus visitantes.

Como o casarão da Pharmácia Popular. Ela é considerada a farmácia mais antiga em funcionamento no Brasil, afinal, abriu as portas em 1830 e, de lá pra cá, continua tão bem cuidada que nem parece que se passou quase 200 anos. A Pharmácia  tem seu piso revestido com mosaicos de  ladrilhos franceses, balcões em pinho de riga, antigos frascos, uma antiga caixa registradora, balanças de precisão e outros aparelhos utilizados na preparação de remédios, móveis e compêndios de medicina, a maior parte em francês. Uma relíquia!

Outras construções históricas de Bananal dignas de nota são a Santa Casa, a mansão do Comendador Luciano José de Almeida e o antigo Teatro Santa Cecília. Ainda no centro da cidade, na Praça do Rosário fica o Solar Aguiar Vallim. Um lindo casarão onde Vallim, que foi um dos homens mais ricos e influentes do Brasil por sua atuação no café, recepcionava os nobres da corte portuguesa e pessoas importantes que chegavam da Europa.

Bananal também é conhecida por suas fazendas históricas, que guardam memórias de um tempo glorioso na cidade e no país. Dentre elas, destacamos a Fazenda Resgate, que também foi propriedade do próspero Valim. O imenso sobrado, um dos mais importantes exemplares da arquitetura neoclássica da região foi restaurado em 1970 e continua sendo enriquecida com móveis e objetos de época. Sua preservação fez com que ela fosse usada em cenários de filmes e novelas da Tv Globo, como o remake da novela Cabocla. Um lugar lindo, que literalmente parece cena de novela.

Queluz

foto de ponte em queluz
Venha conhecer a bela, pacata e histórica, Queluz!

Foto: Nathália Ribeiro

Queluz nasceu de um aldeamento de índios Puris que tournou-se cidade em 1876. Dizem que seu nome é em homenagem ao solar português onde nasceu Dom Pedro I. Queluz também se desenvolveu com a cultura do café, e dessa época de prosperidade e riqueza na região, deixou importantes marcos como as sedes das fazendas do Sertão, São José, Restauração, Bela Aurora, Regato dentre outras.

Além do turismo histórico presente na cidade por suas fazendas e construções coloniais, Queluz também se destaca pelo ecoturismo. No verão, a famosa cachoeira Águas de Marambaia é muito frequentada para quem quer relaxar em meio a natureza. Aos pés da Serra da Matinqueira, a Águas de Marambaia conta com diversas piscinas naturais com águas cristalinas e quedas d’águas. Outro local muito visitado é a Bica da Pedreirinha. Na região, acredita-se que a água pura e cristalina que sai da bica tenha propriedades medicinais.

foto da prefeitura de queluz

Foto: Nathália Ribeiro

As manifestações culturais na cidade também são um destaque, principalmente as célebres Festa da Moranga e da Mandioca, com deliciosos pratos típicos locais. A Festa de São João de Queluz é a mais tradicional festa junina do Vale do Paraíba. Quelux tem uma grande contribuição tanto histórica quanto cultural para o patrimônio do Brasil.

Foi uma viagem e tanto conhecer Bananal e Queluz, não é mesmo? Então aproveite para conhecer São José do Barreiro e Silveiras, outras duas cidades do Circuito Histórico do Vale do Paraíba, no nosso próximo post!

The author: Eugene Francklin


Warning: Cannot assign an empty string to a string offset in /home/wolfdesign/public_html/outrosrelatos.com.br/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 445