Conheça a história de Diamantina
Diamantina

Conheça a história de Diamantina

história de diamantina

Fotógrafo: Mrluppi – Licença: (CC BY-SA 4.0)

Diamantina é uma cidade sobre a qual eu sempre quis escrever. É terra natal do presidente, Juscelino Kubitscheck, do político, Domingos José de Almeida, e onde viveu a célebre, Chica da Silva. A história de Diamantina é realmente fascinante!

Fundação

A cidade foi fundada como Arraial do Tejuco em 1713. Desenvolveu-se no entorno da construção da capela que homenageava o padroeiro, Santo Antônio.

A história de Diamantina se desenvolve a partir de um forte movimento após a descoberta dos diamantes em 1729.

Chegou a ser a terceira maior população de Minas Gerais na época. Em população, pedia apenas para Ouro Preto, na época a maior cidade, e São João Del-Rei.

A vida cultural hoje

O encerramento do ciclo do ouro não aniquilou a vida cultural da cidade. Pelo contrário, a história de Diamantina permanece forte como nunca.

Diamantina possui uma extensa e importante vida cultural e social.

Além do seu famoso Carnaval, um dos mais procurados no turismo brasileiro, da tradição da Vesperata, onde músicos e bandas se apresentam nas sacadas das construções mais belas dos casarões históricos da cidade, Diamantina também possui lindas cachoeiras e um excelente ecoturismo.

As ruas principais da cidade

A cidade também oferece uma deliciosa e famosa vida noturna com baladas e variados barezinhos, principalmente aqueles que ficam na Rua da Quitanda e o Beco do Mota.

Imagine um quarteirão inteiro cercado por barzinhos e restaurantes com mesinhas do lado de fora da rua.

Imagine um lugar onde você pode saborear uma cerveja gelada, deliciosos drinks e porções ao som de música ao vivo.

Imagine um lugar com um visual maravilhoso, de uma das construções históricas mais famosas do país.

Imaginou?

É exatamente assim que funciona o Centro Histórico com os mais badalados bares e com turistas do mundo inteiro.

O Centro também é um ponto de encontro certeiro para os moradores de Diamantina e para os universitários que frequentam bastante esse lugar.

Então, já sabe: quando você visitar Diamantina e, depois do rico turismo pela cidade, faça uma paradinha na Rua da Quitanda para espairecer e aproveitar um dia ou uma deliciosa noite.

E não deixe de se inscrever em nossa newsletter para receber informações quentes sobre nossas cidades históricas!

Gabriela Pinheiro

Professora que se encantou pelo caminho das palavras e das imagens e usa os seus dons para cultivar o turismo em nossas maravilhosas cidades históricas.

Você também pode gostar...

1 comentário

  1. […] é uma cidade bela e rica de história e encantos, tanto que já a descrevemos no último texto e ainda temos muito o que falar sobre ela. Suas ruas, por exemplo, não deixam nada a desejar. E […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *