bandas civis de Mariana
Mariana

Conheça as Bandas Civis de Mariana (Parte I)

Como típica cidade do interior, a Primaz possui uma grande tradição em comum com pequeninos municípios: as bandas civis de Mariana.

Mas o diferencial da primaz é ser a cidade mineira com o maior número de bandas sinfônicas: onze entidades musicais.

Três das bandas civis de Mariana estão localizadas na sede e oito estão nos distritos.

Destas onze, dez continuam mantendo as suas atividades.

Veja como tudo acontece:

bandas civis de Mariana

Fotógrafo: Pedro Ferreira • Prefeitura de Mariana

A história e a tradição das bandas civis de Mariana

Não há domingo e nem festas típicas de cada região ou cidade do interior sem que esse momento possua uma trilha sonora composta por bandas sinfônicas.

Desde que me entendo por gente, assisto de camarote na Praça Gomes Freire, o nosso Jardim, sentada com amigos e familiares, às bandas civis de Mariana tocarem. São verdadeiras confraternizações que terminam com a população em grande folia.

A origem

E isso é uma tradição originalmente marianense.

Para se ter idéia da antiguidade dessa cultura, a primeira banda de música do Brasil surgiu em Mariana, em 1774. Seu regente foi Pedro Novalasco da Costa.

E, em 7 de Abril de 1836, foi fundada a Sociedade Musical São Caetano. Esta é a quarta banda mais antiga do Brasil, a terceira mais antiga de Minas Gerais e a mais antiga da região dos Inconfidentes que está atualmente em pleno exercício de suas atividades.

Mantendo a tradição

A importância da manutenção desta tradição é tão grande que a prefeitura de Mariana confirmou, no início do mês de agosto, ter repassado 220 mil reais às onze corporações musicais da cidade. Cada uma recebeu 20 mil.

Este é um importante apoio financeiro que financiará a compra de instrumentos, uniformes e demais necessidades das bandas.

Além disso, o prefeito Duarte Júnior, assinou um protocolo de intenções para a criação e manutenção de mais uma banda de música em Mariana. Dessa vez, no distrito de Santa Rita Durão.

A intenção é que a população também possa novamente usufruir desta tradição. Com isso, haverá mais possibilidade para que os jovens do local interessados em música possam ter essa oportunidade concretizada.

E aproveite para conferir a segunda parte desse conteúdo.

No próximo texto contaremos sobre todas as onze corporações musicais da nossa cidade. E sobre os projetos culturais que visam divulgá-las.

Assim, teremos mais oportunidades de cultura e diversão em Mariana

Gabriela Pinheiro

Professora que se encantou pelo caminho das palavras e das imagens e usa os seus dons para cultivar o turismo em nossas maravilhosas cidades históricas.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *