browsing category: Ouro Preto

antonio pereira igreja queimada
Ouro Preto

Distritos de Ouro Preto: Antônio Pereira

Antônio Pereira é um dos distritos de Ouro Preto que é relembrado pela considerável distância em relação a sua sede: mais de 20 quilômetros. Por outro lado, fica a menos de 10 Km de Mariana, o que leva alguns a afirmarem que deveria ser distrito da Primaz.

Mas isso pouco importa, porque Antônio Pereira conserva suas arraigadas características, independentemente da distância tenha em relação a Ouro Preto ou a Mariana.

Seja por meio da apresentação de peculiaridades no patrimônio material, seja pela salvaguarda de tradições populares, assim como Amarantina, que tem na Cavalhada o ponto alto de seus festejos culturais, Antônio Pereira firma importante representatividade no cenário cultural ouro-pretano.

Representatividade inclusive que se estende para o ecoturismo, já que o Parque das Andorinhas, onde se situa a nascente do Rio das Velhas, localiza-se em Antônio Pereira.

Confira mais:

Ruínas de Igreja de Nossa Senhora da Conceição

antonio pereira igreja queimada
Ruínas da igreja queimada em Antonio Pereira

Fotógrafo: Jorge Guerra Pires • Licença: (CC BY-SA 4.0)

O primeiro ponto turístico, que é localizado bem ao Centro do Distrito, são as ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, cuja história se confunde com a da construção do distrito.

Este distrito de Ouro Preto foi criado entre os anos de 1700 e 1710, em decorrência de um mortífero evento conhecido como Grande Fome, que ocorreu em Ouro Preto no final do século XV.

Compelido pela necessidade, o bandeirante Antônio Pereira procurou por novas terras em busca de alimento, encontrando durante a expedição uma região repleta de minas de ouro, que foi denominada primeiramente como Bonfim do Mato Dentro. Com o passar do tempo, o distrito recebeu o nome do bandeirante descobridor.

Na época, após a descoberta, a primeira atitude dos bandeirantes era providenciar a construção da capela local, a fim de que o povoamento se desse em volta dela.

E seguindo esse costume, construiu-se, entre os anos de 1716 e 1750, a capela de Nossa Senhora da Conceição, que recebeu posteriormente o título de matriz.

Hoje, porém, encontram-se apenas suas ruínas, em decorrência de um incêndio.

Histórias acerca do incêndio

O incêndio é atribuído a dois supostos fatos. O primeiro, de que um sacristão descuidado teria empurrado uma brasa de seu turíbulo (instrumento litúrgico utilizado para espalhar fumaça de incenso) para baixo do altar. O que teria causado o incêndio, já que havia muitos tecidos dentro da igreja.

A outra versão é de que um ladrão, em busca da prataria abundante na igreja, tentou roubar objetos durante a noite. Desastrado, teria se utilizado de uma vela para iluminar-se na escuridão, o que teria causado o incêndio por mero descuido no manejo da chama.

Mas nem tudo se perde. O local hoje é um ponto turístico, porque as ruínas estão em pé, desde o dia 17 de fevereiro de 1830, dia em que a igreja foi incendiada.

No local é possível também localizar um cemitério, que até o momento é utilizado, em referência aos costumes antigos de se enterrar os mortos dentro das igrejas.

Gruta da Lapa: uma das maravilhas entre os Distritos de Ouro Preto

Nossa Senhora da Lapa em Antonio Pereira
Nossa Senhora da Lapa em Antonio Pereira

Fotógrafo: Jorge Guerra Pires • Licença: CC-BY-SA-4.0

A Gruta de Nossa Senhora de Conceição da Lapa é um local especial em Antônio Pereira, a começar de sua história.

Contam os moradores que três crianças se perderam dentro da gruta, mas que foram guiadas pela imagem até a parte de fora, onde teriam se encontrado pessoalmente com Nossa Senhora da Lapa.

A imagem inclusive foi retirada da gruta várias vezes, mas ela voltava sempre. Hoje, é encontrada inserida nas pedras do local.

Teria a própria imagem se inserido nas pedras?

Então, em respeito à vontade da Santa, mantive-se a escultura da aparição nas pedras, com a entronização de outra imagem de Nossa Senhora da Lapa em um altar central na gruta, providenciando-se, em seguida, a criação de uma capela.

A Festividade em torno da Gruta da Lapa

O local tornou-se um centro de peregrinação, devido a sua capacidade de atração de devotos e turistas todos os anos, entre o final de agosto e começo de setembro, quando ocorre uma grande festa em louvor à Santa.

A atração dos devotos inclusive resultou na construção de um centro de peregrinação, aonde são recebidos os milhares de fiéis para a missa, ao lado da gruta, que hoje tornou-se um santuário.

Portanto, todos os anos, durante o período do Jubileu, em torno de 20 mil pessoas visitam o local.

O garimpo de topázio imperial

Antônio Pereira é um dos distritos de Ouro Preto que mais oferece diversificação em termos de oportunidade de turismo, por conta disso mesmo tem suas exclusividades.

Ouro Preto é o único local no planeta onde a mineração de topázio imperial, uma pedra preciosa, é considerada rentável. E em Antônio Pereira é possível conhecer uma dessas minas.

O Parque das Andorinhas em Antônio Pereira

Antonio Pereira Parque das Andorinhas Pedra do Jacare
Parque das Andorinhas: Pedra do Jacare em Antonio Pereira

Fotógrafo: Marcus Francis Rodrigues Diniz • Licença: CC-BY-SA-4.0

Estendendo-se por um perímetro de mais de onze quilômetros, abrangendo a Mata Atlântica e o Cerrado e envolvendo mais de 300 espécies de plantas, o Parque Natural Municipal das Andorinhas é uma das preciosidades contidas em Antônio Pereira.

O parque contém cachoeiras interessantes, como a das Andorinhas, que nomeia o parque, mirantes fabulosos e a nascente do Rio das Velhas, que abastece a região de Belo Horizonte e é um dos afluentes da bacia do São Francisco.

Enfim, Antônio Pereira tem muito a oferecer. É um distrito com recursos históricos, culturais e naturais que encantam qualquer visitante.

E se você quiser receber mais materiais como este na íntegra, inscreva-se em nosso grupo do WhatsApp, no formulário abaixo.

Leia Aqui
1 2 4
Page 1 of 4

Warning: Cannot assign an empty string to a string offset in /home/wolfdesign/public_html/outrosrelatos.com.br/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 445