Distritos de Ouro Preto - Amarantina

Nascida no século XVIII, Amarantina guarda suas tradições e patrimônio com muito carinho, garantindo uma visita relaxante e tranquila para os visitantes do distrito, que encontram alguns locais bem peculiares no sítio histórico.

Primeiramente, é um distrito que guarda as características de Ouro Preto, pois as ruas mantém os ares do barroco mineiro, sobretudo nas casas.

Além dessa aura barroca, o próprio distrito mantém tradições e patrimônios materiais bem específicos que são encontrados somente nesta paragem.

Vem comigo, portanto, conhecer esse pedacinho maravilhoso de Brasil histórico que a gente preserva, mas nem sabe que existe!

A Casa de Pedra em Amarantina

Os distritos de Ouro Preto guardam, cada um, suas especialidades. E em Amarantina não é diferente, pois no local você encontra a Casa de Pedra, também conhecida como Casa dos Bandeiristas.

E como falta documentação histórica sobre a origem deste ponto turístico, os relatos tendem para duas direções: de que a casa foi construída por bandeirantes paulistas ou de que foi propriedade de um dono de uma mineradora em Mariana – as pedras inclusive são as mesmas que se encontram na mina da qual era proprietário.

Além da construção em si, é possível encontrar no lugar:

  • Artesãos que expõem os seus trabalhos. É possível conversar sobre as suas obras e adquiri-las, havendo peças de vários tipos de materiais e finalidades;
  • O prédio anexo que serve como apoio para as realizações culturais relacionadas a Casa de Pedra;

O Museu das Reduções

Outro interessantíssimo ponto turístico em Amarantina é o Museu das Reduções, cujo nome é auto-explicativo: demonstra grandes obras de nossa arquitetura em miniatura.

O local foi desenvolvido, desde a planta, por cinco irmãos, mas que não tinham formação nas áreas de engenharia civil ou arquitetura. Ainda assim, a estrutura é considerada arrojada para a época, o que demonstra a visão futurista dos idealizadores do projeto.

Logo, não é mero acaso que as obras expostas chamam a atenção pelo nível de detalhamento, já que as maquetes surpreendem aos visitantes, que costumam considerá-las como impecáveis, quando comparadas às construções originais representadas na exposição.

Cavalhada: referência cultural dentre os distritos de Ouro Preto

Distritos de Ouro Preto - Amarantina
Distritos de Ouro Preto – Amarantina

Fotógrafa: Ane Souz/PMOP

Como de costume, a cereja vai no ponto mais alto do bolo, quando a obra culinária está completa. Da mesma forma, a Cavalhada fica para o final deste conteúdo.

Isso pode ser afirmado porque os moradores, que salvaguardam todas essas belezas materiais – como a Casa de Pedra e o Museu das Reduções – são também mantenedores ativos do patrimônio imaterial do distrito, trazendo vivas suas tradições de longa data, todos os anos.

A Cavalhada é um ótimo exemplo dessas tradições.

A festa é realizada todo mês de setembro e representa o conflito entre mouros e cristãos portugueses, na disputa de território que ocorreu pela Península Ibérica, do final para o início do primeiro milênio.

E como em sua colonização Amarantina atraiu muitos portugueses, a tradição foi implantada juntamente dos primeiros moradores, em meados do século XIX. E permanece incólume até hoje.

E assim vive Amarantina até os dias atuais: salvaguardando o passado para que a gente possa conhecê-la e experienciar um pouquinho dos tempos antigos, apreciando o presente.

E se gostou do conteúdo, você encontrará mais, e de maneira mais rápida em nosso grupo do WhatsApp. O link de acesso você encontra no formulário abaixo do texto.

Galeria: Ane Souz/PMOP

The author: Fábio Seletti

Jornalista por formação. Empresário de profissão. Paulista de nascimento. Mineiro de coração.

Warning: Cannot assign an empty string to a string offset in /home/wolfdesign/public_html/outrosrelatos.com.br/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 454