Paracatu

Aproveite o Centro Histórico de Paracatu

centro historico paracatu
O Chafariz da Traiana é uma das belas representações históricas do município

O Centro Histórico de Paracatu foi completamente tombado pelo IPHAN em 2010.

E ganhou o tombamento justamente porque destacou-se na importância de seu patrimônio histórico e no valor cultural do conjunto arquitetônico local. Paracatu respira cultura.

O município é guardião de histórias do período efervescente do ouro no interior mineiro, sendo palco de riqueza e luxo no século XIX. E ainda hoje é possível ver as construções centenárias praticamente intactas.

O Centro Histórico de Paracatu é repleto de construções que são do final do ciclo do ouro e cada edificação é um convite ao conhecimento. Casarões, templos, becos e vielas guardam a alma do povo paracatuense.

Dá gosto andar pela cidade!

Para quem quer visitar uma cidade histórica totalmente diferenciada, vale a pena sair da mesmice! Literalmente, o passado mora em Paracatu. E pode ser testemunhado pelos visitantes mais exigentes.

Confira!

O que se pode ver no Centro Histórico Paracatu

centro historico de paracatu
O Centro Histórico de Paracatu é belíssimo

À primeira vista, o que merece destaque é o conjunto arquitetônico da cidade. Igrejas, casarões e sobrados convivem harmoniosamente com casas menores e edificações.

Podem-se visitar espaços culturais, como o Arquivo Público Municipal Olímpio Michael Gonzaga, a Casa de Cultura e o Museu Histórico.

E podem-se conhecer também os monumentos da fé, como as igrejas de Santo Antônio, de Nossa Senhora do Rosário e Sant’Anna.

Também há o Chafariz da Traiana e Passo da Paixão. Lado a lado, essas duas construções chamam a atenção pela singeleza. Com características simples do barroco colonial do século XVIII, datam de 1999.

Ambas são assinadas pelo artista plástico Fábio Ferrer. Sendo a pintura da parede do Passo assinada pela artista Maria do Céu e as esculturas dos tocheiros em cedro por Hugo Martins. Localizados em frente ao Museu Municipal, as obras trazem traços em homenagem a grandes pintores da época colonial, como Mestre Athayde.

E mais atrações não faltam. As ruas contam histórias e fazem reviver tempos remotos da corrida do ouro no lugar. Além das tradicionais pousadas, os casarões da cidade abrigam bares, restaurantes e cafés.

Tudo isso favorece que o turista aproveite o melhor da gastronomia mineira: a boa bebida, acompanhada de iguarias típicas da região. Temperada com a cordial mineirice, encontrada com fartura em qualquer lugar da cidade.

Paracatu adaptou-se rapidamente às demandas turísticas

Situada no Noroeste de Minas Gerais, a 512 km de Belo Horizonte, Paracatu está sendo redescoberta para o turismo. Pacatos e extremamente hospitaleiros, os paracatuenses têm se adaptado à nova realidade.

Além da costumeira consciência de preservação dos bens culturais, típica dos moradores, percebe-se um novo cenário. É visível o investimento em estrutura, cultura e conhecimento para receber ainda melhor os visitantes.

E a aposta no turismo tem dado certo!

Quem visita a cidade pode aproveitar o melhor da gastronomia e da arte local. Além, é claro, de se deparar com uma aula viva de história e cultura.

É o típico passeio onde você saboreia uma cerveja gelada, na varanda de um casarão colonial. Tudo isso ao som da boa música mineira.

E tudo isso pode ser encontrado no Centro Histórico de Paracatu!

E se gostou desse conteúdo, não deixe compartilhar com seu amigo. Principalmente aquele que gosta muito de cidades históricas e que ainda não conhece Paracatu.

E não deixe de se inscrever em nossa LISTA VIP, deixando seu e-mail no formulário acima do texto.

Dessa forma, poderemos enviar conteúdos novinhos em folha e totalmente originais para você.

E se quiser conhecer um pouquinho mais sobre o Centro Histórico de Paracatu, separamos um vídeo especial para você:

 

 

The author: Cida Leal


Warning: Cannot assign an empty string to a string offset in /home/wolfdesign/public_html/outrosrelatos.com.br/wp-includes/class.wp-scripts.php on line 454